EUA e Israel realizam exercício militar de olho no Irã

Israel e Estados Unidos lançaram um grande exercício de defesa aérea na quarta-feira como parte do que a rádio pública israelense chamou de preparações para um eventual confronto com o Irã.

REUTERS

21 de outubro de 2009 | 12h12

Durante as duas semanas de manobras, chamadas de Juniper Cobra, cerca de mil militares norte-americanos mesclarão interceptadores de mísseis instalados em terra e em navios com um escudo antimíssil israelense, disseram autoridades de defesa.

Porta-vozes dos dois lados insistiram que o exercício, realizado a cada dois anos, não tem relações com eventos mundiais, mas a Rádio Israel citou um comandante não identificado que disse que a operação servia "para se preparar para um Irã nuclear".

Os Estados Unidos e outras potências mundiais tentam, em negociações com o Irã, convencer o país a desistir da tecnologia nuclear, que tem potencial para a fabricação de uma bomba, enquanto Israel observa à distância.

Israel, que é visto como único país a possuir arsenal atômico do Oriente Médio, sinalizou que pode recorrer à força para evitar que o Irã, seu arquiinimigo, obtenha os meios necessários para ameaçar sua existência.

Mas alguns analistas acreditam que as limitações táticas e o receio dos Estados Unidos em relação a um possível ataque preventivo podem levar Israel a aceitar uma postura mais defensiva com a ajuda de seu principal aliado.

O Irã nega que esteja buscando a fabricação de uma bomba atômica e ameaça retaliar contra qualquer ataque disparando seus mísseis de curto alcance contra Israel.

Tudo o que sabemos sobre:
ISRAELEXERCICIOEUA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.