EUA elogiam cessar-fogo em Gaza, Irã diz que não é suficiente

Os Estados Unidos elogiaram o cessar-fogo de Israel na Faixa de Gaza e disseram esperar que todas as partes cessassem suas ações hostis imediatamente, e a Organização das Nações Unidas expressaram alívio. O Irã disse que o cessar-fogo não era suficiente e que o Exército israelense deveria se retirar, a Turquia pediu que os países ocidentais travassem um diálogo com o Hamas, e o papa pediu ao mundo para rezar pela paz em Gaza e pelas centenas de vítimas mortas no conflito. "O objetivo continua sendo um cessar-fogo duradouro e plenamente respeitado que levará à estabilização e à normalização em Gaza", disse a secretária de Estado dos EUA, Condoleezza Rice, depois que Israel interrompeu sua ofensiva de três semanas na região. "Os Estados Unidos elogiam o Egito por seus esforços e permanecem muito preocupados com o sofrimento de palestinos inocentes", acrescentou. "Somos a favor de pedidos para uma ação internacional coordenada para aumentar os fluxos de resistência e contribuiremos para esses esforços." O Hamas anunciou um cessar-fogo imediato por parte de seus combatentes e grupos aliados na Faixa de Gaza no domingo, disse um alto representante do Hamas, Ayman Taha, à Reuters, acrescentando que os islâmicos deram a Israel uma semana para retirar suas tropas. O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, elogiou o cessar-fogo israelense na Faixa de Gaza e pediu a Israel para retirar todas as suas tropas. "Estou aliviado porque o governo israelense decidiu cessar as hostilidades", disse Ban a repórteres. "Este deve ser o primeiro passo para a retirada plena das tropas israelenses de Gaza", disse, acrescentando que queria que a retirada fosse "o mais rápido possível." Ele disse que os militantes do Hamas trambém precisavam fazer a sua parte para pôr fim à violência, cessando seus ataques de foguetes contra o sul de Israel. "Os militantes do Hamas devem parar de lançar foguetes agora", disse. Israel declarou um cessar-fogo unilateral que entrou em vigor às duas horas da manhã de domingo, horário local. Em poucas horas, cinco foguetes foram lançados contra a cidade israelense de Sderot, sem causar vítimas. O Hamas anunciou seu cessar-fogo mais tarde do domingo. Líderes europeus e Ban participarão de reuniões no Egito no domingo para tentar manter o cessar-fogo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.