EUA encontram caixa preta de avião que caiu no Líbano

Segundo oficial de segurança norte-americano, a caixa foi localizada a 1.300 metros de profundidade

Reuters

27 de janeiro de 2010 | 19h47

Uma embarcação da Marinha dos Estados Unidos localizou nesta quarta-feira, 27, a caixa preta do avião da Ethiopian Airlines que caiu no Mar Mediterrâneo do Líbano na segunda-feira, 25, com 90 pessoas a bordo, afirmou um oficial da segurança.

 

"O navio dos EUA localizou a caixa preta a 1.300 metros de profundidade e a 8 km a oeste do aeroporto de Beirute", disse o oficial à Reuters.

 

O avião tomou a direção contrária à indicada pela torre de controle em meio a uma tormenta após a decolagem, segundo o governo libanês. 

 

Não estava claro o motivo de o piloto mudar abruptamente a rota. Como na maioria das outras aeronaves, o Boeing 737 possui um radar meteorológico que o piloto pode usar para evitar voar em meio a raios, possivelmente ignorando ordens da torre de controle.

 

Testemunhas e o Exército libanês afirmaram que o avião pegou fogo pouco após decolar. Um funcionário da Defesa afirmou que, segundo algumas testemunhas, o avião quebrou em três pedaços.

Tudo o que sabemos sobre:
caixa pretaLíbanoEthiopian Airlines

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.