Mohammed Mashhor/Reuters
Mohammed Mashhor/Reuters

EUA matam antigo assessor de Bin Laden em bombardeio na Síria

Haydar Kirkan tinha vínculos com os líderes da Al-Qaeda e foi responsável por atentados na Turquia e em outros países da Europa

O Estado de S. Paulo

03 de novembro de 2016 | 05h30

WASHINGTON - O Pentágono informou na quarta-feira, 2, a morte, durante um bombardeio da Força Aérea dos Estados Unidos, na Síria, do membro da Al-Qaeda Haydar Kirkan, um ex-assessor do antigo líder desta organização, Osama bin Laden, e responsável por atentados na Turquia e outros países da Europa.

O ataque aéreo aconteceu no dia 17 de outubro, perto de Idlib, cidade localizada no noroeste do país e em cuja região tem um forte presença da Jabhat Fateh al-Sham, antiga Frente al-Nusra, que até julho era a filial da Al-Qaeda na Síria.

De acordo com o Departamento de Defesa dos EUA, Kirkan tinha vínculos com os líderes da Al-Qaeda e era o responsável na Síria pelos ataques terroristas cometidos no exterior, especialmente na Turquia e outros países da Europa.

Os americanos ainda consideram a Al-Qaeda um "perigo" para sua segurança nacional e nas últimas semanas realizaram ataques aéreos onde foram mortos alguns dos líderes do grupo no Iêmen e Afeganistão. / EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.