EUA não confirmam próxima viagem de Mitchell ao Oriente Médio

Visita de Mitchell já havia sido anunciada por funcionário do governo palestino

estadao.com.br,

18 de março de 2010 | 18h08

O porta-voz da diplomacia dos Estados Unidos, Philip Crowley, se absteve nesta quinta-feira, 18, de confirmar a próxima viagem de seu emissário George Mitchell ao Oriente Médio e insistiu na necessidade prévia de "avanços" entre as partes.

 

Mitchell "se encontrará com as partes após a reunião do Quarteto" para o Oriente Médio, que acontecerá na sexta-feira em Moscou, mas esses encontros "não estão programados", afirmou Crowley em Moscou.

 

Crowley chegou na quinta-feira à noite em Moscou para a reunião do Quarteto, e viajará depois a Berlim e Paris.

 

Um alto funcionário palestino havia declarado anteriormente à AFP em Ramallah, na Cisjordânia, que o emissário do governo de Barack Obama voltaria à região no domingo, duas semanas depois do início de uma grave crise de confiança entre Israel e os EUA.

 

"Antes das novas reuniões, devemos saber a situação de ambas as partes, para que elas sejam mais produtivas", disse Crowley. "Quando tivermos a impressão de que há avanços suficientes para justificar as reuniões, as faremos", acrescentou.

 

O porta-voz confirmou que não houve novas conversações entre a secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, e o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu.

 

Em Washington, um funcionário do governo garantiu que uma resposta formal de Israel era recomendável, mas não "imperativa" antes da próxima viagem de Mitchell à região.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.