Ex-general britânico diz que dinheiro pode comprar Taliban

Um general britânico reformado, enviado ao Afeganistão para pesquisar maneiras de se negociar com os integrantes do Taliban, disse nesta quinta-feira que o dinheiro pode convencer jovens combatentes a desistir das armas.

REUTERS

17 de setembro de 2009 | 12h59

O general Graeme Lamb, ex-comandante das Forças Especiais que serviu no Iraque e trabalhou perto do general norte-americano David Petraeus, responsável pela estratégia ocidental no Afeganistão, afirmou que comprar os combatentes já funcionou em outros lugares.

"Eu sempre disse no Iraque, você pode comprar a insurgência se tiver dinheiro suficiente", disse Lamb à rádio pública BBC em entrevista.

"São pessoas que poderiam escolher uma vida melhor", comentou sobre os jovens pashtuns que lutam pelo Taliban.

Perguntado sobre se tem dinheiro à disposição e se pretende comprar combatentes, Lamb não se comprometeu.

"Não é o caso de pagar um dólar e tirá-lo do combate por um mês ou dois", mas dar oportunidades melhores de emprego e uma melhor qualidade de vida, disse.

(Reportagem de Luke Baker)

Tudo o que sabemos sobre:
AFEGANISTAOGENERALDINHEIRO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.