Ex-vice-premiê de Saddam pega 15 anos de prisão

O ex-vice-premiê iraquiano Tareq Aziz, que durante anos foi o rosto do regime de Saddam Hussein no exterior, foi sentenciado na quarta-feira a 15 anos de prisão por sua participação na execução de dezenas de comerciantes que violaram um tabelamento de preços em 1992. O Superior Tribunal Iraquiano também condenou à forca dois meio-irmãos de Saddam por seu envolvimento no mesmo caso, julgado como "crime contra a humanidade". O veredicto ocorre menos de duas semanas depois de a mesma corte absolver Aziz pela morte e deslocamento forçado de xiitas em 1999, um processo que levou à terceira condenação à morte contra Ali Hassan Al Majeed, primo de Saddam. Majeed, conhecido como "Ali Químico" por seu envolvimento no uso de gás para matar curdos na década de 1980, também foi sentenciado a 15 anos de prisão no caso da execução dos comerciantes. Saddam, enforcado em 2006, instituiu um tabelamento de preços na época em que seu país estava sob sanções da ONU por causa da invasão do Kuweit, em 1990. (Reportagem de Khalid al-Ansary)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.