Exército dos EUA anuncia morte de 9 soldados nas últimas 24h

Outros 11 soldados ficaram feridos e ao menos dois detentos que eram transportados também morreram

Associated Press e Efe,

10 de setembro de 2007 | 16h26

O Exército dos Estados Unidos reportou a morte de nove soldados no Iraque. Dentre estas, sete baixas aconteceram nesta segunda-feira, 10, em um acidente no oeste de Bagdá. Veja também Especial sobre a ocupação do Iraque Petraeus prevê redução de tropas até 2008 EUA confiam em militares para terminar guerra Para 70% dos iraquianos, segurança piora Pentágono quer base na fronteira com o Irã O comando militar americano anunciou ainda a morte de dois detentos que eram transportados e que 11 soldados ficaram feridos. Não houve relatos de fogo hostil. A causa do acidente está sendo investigada, prossegue o comunicado militar.   As mortes dos soldados elevam a pelo menos nove o número de militares americanos mortos nesta segunda-feira.   Também nesta segunda, foi confirmada a morte de mais de um soldado dos EUA no Iraque. Segundo um comunicado, o um soldado americano perdeu a vida e outros dois ficaram feridos quando o veículo no qual estavam tombou e pegou fogo, no leste de Bagdá.   Os feridos foram levados para um hospital das forças da coalizão internacional. A nota, que não esclarece as circunstâncias do ocorrido, diz que "o incidente está sendo investigando".   O outro soldado do Exército dos EUA morreu no domingo, na explosão de uma bomba, enquanto patrulhava uma região da cidade de Kirkuk, 250 quilômetros ao norte de Bagdá.   Sem dar detalhes, o comunicado acrescenta que outro militar ficou ferido e foi levado para um hospital.   As Forças Armadas americanas costumam ser alvo freqüente dos rebeldes contrários à ocupação estrangeira do Iraque. Mais de 3.770 soldados americanos morreram no Iraque desde março de 2003, quando forças estrangeiras lideradas pelos Estados Unidos invadiram o país árabe em busca de armas de destruição em massa que nunca vieram a ser encontradas.

Tudo o que sabemos sobre:
IraqueSoldados americanosBaixas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.