Exército dos EUA mata 5 supostos terroristas no Iraque

Durante a ofensiva, os militares teriam encontrado bombas, metralhadoras, munição e artefatos explosivos

EFE,

30 de setembro de 2007 | 06h54

Pelo menos cinco supostos terroristas morreram e outros 19 foram presos nos dois últimos dias em operações do Exército americano em diferentes pontos do Iraque, informou neste domingo, 30, o comando militar dos Estados Unidos. O Exército dos EUA disse em comunicado que soldados americanos mataram cinco insurgentes que teriam disparado contra eles de um edifício na sexta-feira em Samarra, a 125 quilômetros de Bagdá. Durante a ofensiva, os militares teriam encontrado bombas, metralhadoras, munição e artefatos explosivos. Em outra operação em Samarra, militares da coalizão prenderam dez insurgentes, um deles suspeito de facilitar a comunicação entre dirigentes da Al Qaeda e o braço dessa organização no Iraque. Por outro lado, outros seis supostos terroristas foram presos no sábado em uma série de operações a sudoeste de Al Tarmiya, acrescentou o texto. Um dos presos seria um dirigente da Al Qaeda no Iraque, cuja atividade é baseada nas zonas ao norte da capital, Bagdá. Na cidade de Mossul, três suspeitos de ligação com atentados terroristas teriam sido presos. As detenções aconteceram quando os soldados americanos procuravam um suposto membro da Al Qaeda no Iraque, que fabricaria artefatos explosivos, segundo a nota.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.