Exército iraquiano mata seis rebeldes em Mossul

Rebeldes pertenceriam a grupos ligados à Al-Qaeda, afirmam as autoridades

EFE,

05 de agosto de 2007 | 12h33

Soldados do Exército iraquiano mataram neste domingo, 5, seis insurgentes e detiveram outros dez em uma operação na cidade de Mossul, 400 quilômetros ao norte de Bagdá, informaram fontes militares.   Segundo informações, os rebeldes pertencem à Al-Qaeda e ao grupo Ansar al-Sunna, que mantém estreitos vínculos com a rede comandada por Osama Bin Laden.   Os soldados iraquianos também descobriram duas fábricas de artefatos explosivos em uma área industrial da zona oeste de Mossul, além de dois paióis com várias bombas e explosivos.   Segundo as fontes, há três dias, o Exército e a Polícia iraquianos, em coordenação com as tropas multinacionais, deram início a uma ampla operação em Mossul. Nas últimas 48 horas dessa ofensiva, as forças de segurança mataram e detiveram dezenas de insurgentes.

Tudo o que sabemos sobre:
violência no iraque

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.