Exército israelense confirma lançamento de foguete do Líbano

Projétil atingiu uma área aberta ao leste de Kiryat Shmona , perto da fronteira entre os países

Efe,

27 de outubro de 2009 | 16h37

Um foguete lançado nesta terça-feira, 27, a partir do sul do Líbano contra Israel atingiu uma área aberta ao leste da localidade de Kiryat Shmona, perto da fronteira, sem causar vítimas, disseram fontes do Exército israelense.

O impacto do projétil, que pode ser um foguete do tipo Katyusha, aconteceu após as 19h (15h de Brasília) e provocou uma grande explosão, que pôde ser ouvida a vários quilômetros ao redor, mas que não causou danos materiais.

As fontes dos serviços de segurança disseram que, aparentemente, o foguete foi disparado da área de Wadi el-Jamal, perto da aldeia de Hula, no sul do país. Pouco depois, uma rede de televisão estatal libanesa afirmou que Israel tinha bombardeado a área e, por enquanto, não se sabe se há vítimas. Até agora, nenhum grupo reivindicou a autoria do lançamento do foguete.

Segundo as fontes dos serviços de segurança, antes do lançamento do foguete, a Aviação israelense tinha sobrevoado intensamente as regiões de Bint Jbeil, Marj'uyun e Hasbaya, enquanto vários helicópteros fizeram o mesmo sobre a região das Fazendas de Chebaa, todas no sul do Líbano.

A TV libanesa acrescentou que membros do Exército libanês, que ainda não confirmaram nada, e da Força Interina das Nações Unidas no Líbano (Finul) foram ao local e começaram a fazer investigações.

Esse é o primeiro incidente deste tipo desde 11 de setembro, quando grupos desconhecidos lançaram do Líbano dois foguetes Katyusha contra Israel, que respondeu com disparos de artilharia, sem que houvesse vítimas no incidente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.