Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Exército turco diz que matou 15 militantes do PKK no Iraque

Estado-Maior afirma por nota que 'grupo foi atacado com fogo de longo alcance na região de Avasin-Basyan'

Efe,

29 de março de 2008 | 14h54

O Estado-Maior do Exército turco confirmou por comunicado neste sábado, 29, ter matado 15 militantes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) em um ataque no norte do Iraque realizado na quinta-feira.  "No dia 27 de março de 2008, um grupo da organização terrorista PKK/KONGRA-GEL que se preparava para entrar na Turquia e organizar atentados foi atacado com fogo de longo alcance na região de Avasin-Basyan, no norte do Iraque", informou a nota da cúpula militar. "Através das investigações realizadas após a ação, foi possível determinar que 15 terroristas tinham sido eliminados", acrescentou. O Estado-Maior também disse que, no dia seguinte, aviões do Exército turco bombardearam a região "acabando com um número indeterminado de terroristas". A agência pró-curda Firat, próxima ao PKK, afirmou que na província turca de Sirnak, na fronteira com o Iraque, foram registrados combates entre soldados do Exército da Turquia e rebeldes curdos nos quais três militares morreram, informação ainda não confirmada pela capital Ancara. Em fevereiro, o Exército turco fez uma incursão militar por terra no norte do Iraque durante oito dias com o objetivo de eliminar bases do PKK neste país. Após o fim da operação militar, o Estado-Maior advertiu que essa não seria a última intervenção no norte do Iraque.

Tudo o que sabemos sobre:
IraquePKKturcos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.