Explosão de bomba em mercado mata 8 pessoas no Afeganistão

Atentado no norte do país deixou pelo menos 20 feridos

Efe

13 de novembro de 2010 | 14h07

CABUL - Pelo menos oito pessoas morreram neste sábado, 13, entre elas o comandante de uma milícia pró-governo, e cerca de 20 ficaram feridas pela explosão de uma bomba em um mercado da província afegã de Kunduz (norte), informou uma fonte oficial à Agência Efe.

 

Veja também:

Talibã realiza ataques no Afeganistão

 

O atentado aconteceu por volta das 10h30 do horário local (4h de Brasília) no distrito de Imame Sahib, e, de acordo com o chefe do distrito, Ayub Aqyar, era dirigido contra um grupo de uma milícia pró-governo que se encontrava no local.

 

Segundo Aqyar, oito pessoas morreram no atentado, entre elas três milicianos e seu comandante, e em torno de 20 civis ficaram feridos.

 

A fonte explicou à agência "AIP" que a explosão foi causada pela detonação de uma bomba colocada em uma motocicleta.

 

Até o momento, nenhum grupo assumiu a autoria do atentado.

 

Embora Kunduz esteja situada no norte do Afeganistão, que é relativamente tranquilo e distante das principais fortificações dos insurgentes (no sul e leste do país), a cidade é um dos redutos da população pashtun, etnia da qual tradicionalmente procedem os taleban.

 

No primeiro semestre de 2010, 1.271 civis morreram vítimas do conflito afegão, segundo dados da missão da ONU no país (Unama).

Tudo o que sabemos sobre:
Aefganistãotalebanexplosãoatentado

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.