Explosão de carro-bomba deixa 5 mortos em Damasco

Cinco integrantes das forças de segurança da Síria foram mortos por um carro-bomba no leste de Damasco nesta segunda-feira, e a explosão foi seguida por pesados confrontos entre rebeldes e forças leais ao presidente Bashar al-Assad, informou um grupo de monitoramento.

Reuters

25 de fevereiro de 2013 | 22h03

A força da explosão na região de Qaboun chacoalhou a capital síria às 21h (17h no horário de Brasília), disseram moradores.

A televisão estatal e o Observatório Sírio para os Direitos Humanos, que monitora a violência na Síria desde que começou a revolta contra Assad, há quase dois anos, afirmaram que a explosão foi causada por um carro-bomba.

O Observatório disse que rebeldes entraram em conflito com forças de segurança e que morteiros estavam sendo lançados na região.

A explosão de segunda-feira seguiu-se a uma série de carros-bomba na capital na quinta-feira, sendo que o maior deles matou pelo menos 60 pessoas no distrito de Mazraa, em Damasco, segundo ativistas.

Tudo o que sabemos sobre:
SIRIACARROBOMBAMORTES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.