Reprodução/Twitter
Reprodução/Twitter

Explosão de carro-bomba deixa dois mortos em Alexandria a dois dias da eleição no Egito

Segundo autoridades, o alvo do atentado seria o chefe de segurança da cidade

O Estado de S. Paulo

24 de março de 2018 | 08h11

Na manhã deste sábado, 24, uma explosão de carro-bomba deixou pelo menos uma pessoa morta, em Alexandria, a segunda maior cidade do Egito. Segundo a Reuters, autoridades suspeitam que o alvo do atentado era o chefe de segurança da cidade.

De acordo com as informações oficiais do governo egípcio, um policial e um motorista morreram e outras quatro pessoas ficaram feridas. Pelos relatos das redes sociais, o ataque aconteceu em frente a um hotel 5 estrelas, no bairro de Rushdi.

+ Luta como esporte para combater o terrorismo

O estrondo foi percebido e chocou até mesmo quem estava longe do local no momento da explosão, que deixou grandes estragos em construções ao redor, como é possível perceber pelas imagens das redes sociais. Suspeita-se ainda que o carro foi detonado remotamente enquanto um comboio da polícia passava pela rua. O atentado acontece dois dias antes das eleições presidenciais no Egito.

Há a suspeita de que grupos extremistas tenham envolvimento com o caso, porém, nada ainda foi confirmado. Em entrevista à Al Jazeera, Rafiq Habib, ex-ministro de estado, disse que  "o momento dessa explosão, que antecede as eleições presidenciais, é revelador de seu objetivo de semear o medo entre os eleitores", disse Habib.

+ 'Defender a terra natal era sua razão de viver', diz mãe de policial francês morto em atentado

"Eu não acredito que isso [o ataque] tenha qualquer impacto nas eleições, no entanto. Tenho certeza de que haverá grandes números indo votar", acrescentou.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.