Explosão em bairro residencial de Damasco mata uma pessoa

Uma explosão destruiu um carro estacionado em um bairro residencial de Damasco nesta terça-feira, matando um transeunte e destruindo as janelas dos prédios vizinhos, disseram testemunhas.  A causa do incidente em Kafar Soussa ainda não é conhecida. Forças de segurança isolaram a área rapidamente, removendo o carro destruído. Os assentos do motorista e o banco traseiro foram destruídos pela força da explosão.  A identidade do passageiro morto também não foi revelada.  Não há prédios governamentais no bairro predominantemente residencial. Apenas uma escola iraniana localizada a alguns metros do local. Outros três carros parados perto do local da explosão sofreram danos, tendo suas janelas e portas estilhaçadas. Forças de segurança mantiveram a imprensa e os curiosos longe do local do incidente, não permitindo a aproximação de câmeras.  "Eu fui acordado pela explosão, corri para a janela e ví o clarão", disse uma testemunha. Na explosão, ela perdeu as janelas de seu apartamento, no 5º andar, que tem vista para a região do incidente. Outra testemunha afirmou que correu para a janela de seu apartamento, no 7º andar, depois da explosão e viu "um corpo coberto com um lençol branco no chão". Ambas testemunhas não quiseram se identificar. Damasco sofreu vários ataques nos últimos anos, de culpa atribuída a militantes islâmicos. Num deles, uma embaixada americana foi atingida, em 2006, deixando três atiradores e um guarda sírio morto. A explosão de uma bomba também acertou um veículo de um oficial palestino em 2006, que escapou da tentativa de assassinato.  

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.