Explosão em ônibus em Damasco mata pelo menos seis pessoas

Uma explosão no centro de Damasco que tinha como alvo um ônibus provavelmente transportando peregrinos xiitas libaneses no domingo, matou pelo menos seis pessoas e feriu mais de 20, disseram uma testemunha da Reuters e a mídia local.

REUTERS

01 de fevereiro de 2015 | 11h25

Uma conta de mídia social ligada à Frente Nusra da Al Qaeda disse que o grupo sunita radical estava por trás do ataque ao ônibus perto de um mercado na capital.

O veículo tinha placa libanesa e serviços de segurança sírios tinham isolado a área perto do mercado Hamidiyeh, disse a testemunha à Reuters.

O ônibus estava carregando peregrinos perto do santuário Sayyida Ruqayya, informou o canal de televisão mantido pelo movimento xiita libanês Hezbollah.

A televisão síria Ikhbariya mostrou imagens de homens e uma mulher no hospital com ferimentos. Eles também mostraram imagens do ônibus destruído e do serviço de segurança trabalhando no local.

A Frente Nusra tem lutado contra as forças do governo da Síria, bem como outros grupos insurgentes no país. Enquanto a luta é travada na periferia de Damasco, ataques no centro são relativamente raros.

(Por Marwan Makdesi)

Tudo o que sabemos sobre:
SIRIAEXPLOSAODAMASCO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.