Explosão mata 43 na fronteira da Síria com a Turquia

Pelo menos 43 pessoas foram mortas quando um carro-bomba explodiu num posto de controle sírio na fronteira com a Turquia nesta quinta-feira, segundo o grupo de monitoramento Observatório Sírio de Direitos Humanos.

Reuters

15 Maio 2014 | 17h04

Cinco mulheres e três crianças estão entre os mortos, afirmou o grupo sediado na Grã-Bretanha, que contabiliza vítimas da guerra civil na Síria.

Imagens enviadas por ativistas mostraram carros queimados, partes de corpos espalhadas e restos de corpos carbonizados no local. O grupo afirmou que dezenas de pessoas ficaram feridas na explosão.

"Pelo menos 12 ambulâncias transportaram pessoas feridas para a Turquia. O número de mortos é muito alto", disse um ativista na área.

Não ficou imediatamente claro quem realizou o ataque, mas ativistas acusaram o Estado Islâmico do Iraque e do Levante, um grupo radical que era parte da Al Qaeda.

O controle fronteiriço é comandado por rebeldes que se opõem ao presidente sírio, Bashar al-Assad, que enfrenta uma revolta de três anos contra o seu governo.

(Reportagem de Mariam Karouny)

Mais conteúdo sobre:
SIRIA EXPLOSAO FRONTEIRA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.