Explosão mata três pessoas no sul de Beirute

Uma poderosa explosão no sul de Beirute, um reduto do grupo xiita Hezbollah, matou três pessoas nesta quinta-feira e cobriu a área com uma grande nuvem de fumaça, disseram testemunhas.

Reuters

02 de janeiro de 2014 | 13h58

Imagens de televisão mostraram as ferragens distorcidas de diversos carros sob o jato de mangueiras dos serviços de emergência. A explosão também destruiu a fachada de diversos prédios nas proximidades.

Cerca de 20 pessoas ficaram feridas, disseram testemunhas.

A capital do Líbano tem sido atingida por uma série de ataques a bomba nos últimos meses, incluindo um na semana passada que matou um ex-ministro e adversário político do Hezbollah.

Em novembro, 25 pessoas morreram vítimas de ataque suicida de homens-bomba contra a embaixada do Irã, no sul de Beirute, e explosões também atingiram distritos do Hezbollah nas proximidades e mesquitas sunitas em Tripoli, no norte do país.

O conflito na vizinha Síria tem polarizado o Líbano e elevado as tensões sectárias.

O Hezbollah enviou combatentes à Síria para se unir às forças do presidente Bashar al-Assad, um integrante da ramificação alauita do islamismo xiita, enquanto guerrilheiros muçulmanos sunitas se dirigiram para a Síria para lutar a favor de rebeldes que tentam tomar o poder.

(Reportagem de Oliver Holmes)

Tudo o que sabemos sobre:
LIBANOEXPLOSAOBEIRUTEMORTOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.