Filho de Kadafi e chefe da inteligência podem ter morrido, segundo Al-Jazira

Televisão afirma ainda que tropas leais ao ditador teriam ajudado outro de seus filhos a escapar

REUTERS

22 de agosto de 2011 | 14h53

TRÍPOLI - Dois corpos encontrados em Trípoli podem ser de um dos filhos do ditador líbio Muamar Kadafi, Khamis, e do chefe de inteligência do regime, Abdallah Senussi, informou a emissora de TV Al-Jazira nesta segunda-feira, 22, citando fontes não-identificadas.

 

Veja também:

RADAR GLOBAL: Acompanhe ao vivo a situação na Líbia

PERFIL: Excêntrico e nacionalista, Kadafi chegou ao poder em 1969

VÍDEO: Líbios vão às ruas para celebrar notícia da queda de Trípoli

ESPECIAL: Quatro décadas de ditadura na Líbia

VISÃO GLOBAL: A insustentável situação de Kadafi 

 

Um pouco antes, a Al-Jazira disse que forças leais a Kadafi teriam ajudado outro filho do líder, Mohammed, a escapar da prisão domiciliar, enquanto os rebeldes mantinham os confrontos para assegurar o controle total da capital Trípoli.

Mohammed Kadafi foi um dos três filhos do ditador capturados pelos rebeldes. Os combatentes leais ao regime invadiram a casa onde Mohammed estava detido e o libertaram após confrontos com os rebeldes, disse a emissora de TV árabe.

Segundo a Al-Jazira, a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) está trabalhando com os rebeldes para realizar ataques aéreos sobre o complexo militar de Kadafi em Bab al-Aziziya, no sul da capital.

Tudo o que sabemos sobre:
LIBIAGADDAFIFILHOFOGE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.