Filho de Kadafi está no Níger, diz ministro

Comboio de Saadi foi interceptado; governo nigerino recebe oficiais do regime por 'razões humanitárias'

Reuters e Efe

11 Setembro 2011 | 16h07

CAIRO - Saadi, um dos filhos do ditador da Líbia, Muamar Kadafi, chegou ao norte do Níger, informou neste domingo, 11, o ministro da Justiça nigerino, Marou Amadou. O oficial afirmou que o comboio que levava Saadi foi interceptado no deserto e que ele estava sendo levado à cidade de Agadez.

 

Veja também:
forum OPINE: 
Onde se esconde Kadafi?
especialESPECIAL: Quatro décadas de ditadura na Líbia
lista ARQUIVO: ‘Os líbios deveriam chorar’, dizia Kadafi

 

"Ele estava em um comboio de nove pessoas. Foram interceptados quando iam na direção de Agadez", disse o ministro nigerino, referindo-se à cidade a que chegaram ao menos outros dois comboios de oficiais do regime na semana passada. De acordo com Adamou, Saadi deve ser transferido à capital Niamey na segunda ou na terça-feira.

 

O Níger tem sido o destino de diversos ministros e oficiais que abandonaram o regime de Kadafi nos últimos dias. Parte de sua família também fugiu para a Argélia, ao oeste da Líbia. O coronel, porém, reiterou em diversas gravações que permanece em seu país, embora seu paradeiro seja um mistério.

 

Autoridades haviam dito na sexta-feira que a o Níger respeitaria seus compromissos para com o Tribunal Penal Internacional se Gaddafi ou seus filhos entrassem no país.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.