Foguetes atingem cidade de Israel durante visita de Obama ao país

Dois foguetes disparados da Faixa de Gaza atingiram nesta quinta-feira uma cidade do sul de Israel, num incidente condenado pelo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, que está em visita ao país.

Reuters

21 de março de 2013 | 19h20

Um grupo chamado Magles Shoura al-Muhahddin, ligado à Al Qaeda, assumiu a responsabilidade pelos ataques contra Sderot, cidade vizinha à Faixa de Gaza. Os foguetes não deixaram vítimas, mas danificaram a lateral de um imóvel.

Pela internet, o grupo disse ter lançado os foguetes durante a visita de Obama para mostrar que seus ataques não podem ser impedidos pelas defesas antiaéreas israelenses, uma possível referência ao sistema antimísseis Cúpula de Ferro, de Israel, que foi parcialmente financiado pelos Estados Unidos.

Na hora do ataque, Obama estava em Jerusalém, a cerca de 80 quilômetros de Sderot. Ele disse posteriormente a jornalistas que cabe ao grupo islâmico Hamas, que controla Gaza e rejeita a paz com Israel, impedir tais ataques.

"Condenamos essa violação do importante cessar-fogo que protege tanto israelenses quanto palestinos, uma violação que o Hamas tem a responsabilidade de impedir", disse Obama na etapa seguinte da sua visita, Ramallah, na Cisjordânia ocupada.

Essa foi a segunda vez que foguetes lançados de Gaza atingem Israel desde a trégua que encerrou oito dias de guerra em novembro. O grupo Shoura não assinou esse acordo.

(Reportagem de Nidal al-Mughrabi, em Gaza; e de Dan Williams, em Jerusalém)

Tudo o que sabemos sobre:
ISRAELFOGUETESOBAMA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.