Foguetes lançados do Líbano atingem Israel, que revida

Vários foguetes disparados do Líbano atingiram o norte de Israel na quinta-feira, ferindo levemente duas pessoas, informaram a polícia e médicos. Os ataques podem estar relacionados com a guerra de Israel contra o Hamas na Faixa de Gaza. Israel revidou com disparos de artilharia que o porta-voz do Exército israelense descreveu como "resposta precisa à fonte do ataque" --uma reação militar limitada que parece sinalizar o desejo de evitar uma escalada. Três horas mais tarde, serviços de emergência israelense disseram que pelo menos mais um foguete havia atingido o país. Aparentemente não havia vítimas. Também não havia informações de vítimas no Líbano. Ainda não estava claro se a guerrilha libanesa do Hezbollah --contra quem Israel travou uma guerra em 2006-- dispararam os foguetes ou se eles foram lançados por palestinos. O ataque vindo do Líbano é um novo desafio ao Estado judeu no 13o dia de campanha militar em Gaza. Fontes de segurança libanesas disseram acreditar ser improvável que o Hezbollah tenha disparado os foguetes, que vieram de uma área controlada por forças de paz da Organização das Nações Unidas e pelo Exército libanês, a cerca de 3 quilômetros ao norte da fronteira. Fontes do Hamas no Líbano negaram participação. (Reportagem adicional de Yara Bayoumy em Beirute e Nidal al-Mughrabi em Gaza)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.