Força de paz da ONU no Líbano pede cautela depois de ataque

O comandante das forças de paz da ONU no Líbano pediu "máxima moderação" depois de um ataque com foguetes contra Israel, no sul do Líbano, informou um porta-voz das forças de paz. A força, conhecida como Unifil, tomou medidas imediatas para identificar os responsáveis pelo ataque e alinhou tropas adicionais, informou o porta-voz. O Exército libanês também convocou militares extras, disse. Os governos israelense e libanês reafirmaram seu comprometimento com a resolução 1701 do Conselho de Segurança da ONU, que suspendeu a guerra de 34 dias em 2006, entre Israel e a guerrilha libanesa Hezbollah, segundo o porta-voz. O major-general Claudio Graziano pediu "máxima moderação para evitar a escalada da situação", disse o porta-voz, acrescentando que ninguém assumiu ainda a autoria do ataque. Os foguetes lançados contra Israel foram relacionados à ofensiva israelense em Gaza. (Por Tom Perry)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.