Forças curdas da Síria atacam Estado Islâmico no nordeste do país

As forças curdas da Síria avançaram para uma fortaleza do Estado Islâmico no nordeste da Síria neste domingo, em uma ofensiva apoiada por ataques aéreos liderados pelos Estados Unidos, disse oficial curdo e um grupo de acompanhamento.

TOM PERRY, REUTERS

22 de fevereiro de 2015 | 16h03

A milícia curda YPG, que no mês passado colocou o Estado Islâmico para fora da cidade de Kobani com a ajuda dos Estados Unidos e apoio aéreo aliado, lançou a ofensiva no nordeste da província de Hasaka durante a noite.

É o mais recente exemplo de coordenação bem organizada entre a coalizão liderada pelos EUA e a milícia curda síria, que tem sido um dos maiores inimigos do Estado Islâmico na Síria.

O canto nordeste da Síria é estrategicamente importante na luta contra o Estado Islâmico, porque faz fronteira com áreas controladas pelo grupo no Iraque.

O grupo militante islâmico tem mostrado sinais de tensão na Síria desde que foi expulso do Kobani. Forças do governo sírio também tiveram ganhos nas províncias de Hasaka e Deir al-Zor recentemente.

O oficial curdo Nasir Haj Mansour disse que os curdos haviam decidido lançar a ofensiva depois que o Estado Islâmico reforçou suas posições na área, com combatentes estrangeiros.

Tudo o que sabemos sobre:
SIRIAEIEUA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.