Forças da Otan e do Afeganistão matam 65 insurgentes--ministério

Forças afegãs e da Organização do Tratadodo Atlântico (Otan) mataram 65 rebeldes do Taliban em um ataqueaéreo ocorrido enquanto os insurgentes contrabandeavam armasjunto à fronteira do Paquistão, informou o Ministério doInterior afegão neste domingo. O Afeganistão tem visto uma escalada na violência neste anocom o aumento de até 30 por cento nos confrontos entre forçasaliadas e insurgentes tentando destituir o governopró-Ocidente, a fim de retirar 50 mil soldados estrangeirosatualmente no país. Autoridades militares ocidentais e afegãs afirmam que oTaliban arma e treina seus militantes na fronteira com oPaquistão, fora do controle do governo paquistanês. O governador da província de Paktia informou que 72insurgentes foram mortos em um bombardeio ocorrido sábado nafronteira paquistanesa, mas um porta-voz das tropas lideradaspela Otan, a ISAF, relatou que esse número é "muito alto". O grupo estava contrabandeando armas em cavalos e em duascarroças quando foi convocado o ataque aéreo, segundo oministério. Também na província de Paktia, forças da coalizão mataramquatro insurgentes e detiveram outros sete, afirmou oMinistério da Defesa em um comunicado. Perto de Gardez, capital da província, um outro ataqueaéreo matou três militantes que plantavam uma bomba na estrada. (Por Elyas Wahdat)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.