Forças de Gaddafi estão 'executando pessoas' em Sirte--moradores

Forças leais a Muammar Gaddafi que controlam a cidade de Sirte estão executando moradores suspeitos de simpatizar com os novos governantes da Líbia, disseram forças que apoiam o governo interino do país e moradores foragidos.

ALEXANDER DZIADOSZ, REUTERS

22 Setembro 2011 | 12h08

Situada na costa mediterrânea, cerca de 450 quilômetros a leste de Trípoli, Sirte é a cidade natal de Gaddafi e um dos poucos lugares na Líbia ainda controlados pelos combatentes leais a ele.

Forças do Conselho Nacional de Transição (CNT) cercam a cidade há uma semana, mas dizem que seu progresso está sendo contido em parte porque há muitos civis ainda dentro da cidade, onde moradores relatam falta de produtos básicos.

Centenas de civis continuavam a sair da cidade na quinta-feira em carros e pick-ups carregadas de colchões e alimentos, enquanto os ex-combatentes rebeldes disparavam metralhadoras e foguetes caíam nos arredores da cidade.

"A situação não é boa", disse um morador que não deu seu nome enquanto deixava a cidade, onde ele disse que as forças de Gaddafi se moviam "como gangues" pelas ruas.

"Houve execuções", disse, nomeando dois homens que segundo ele foram executados na quinta-feira. Ele também disse ter testemunhado execuções em frente à casa de uma família local, cujo nome seria Safruny.

Mais conteúdo sobre:
LIBIAEXECUCOESSIRTE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.