Forças sírias disparam contra manifestantes na capital Damasco

Forças leais ao presidente sírio, Bashar al-Assad, feriram pelo menos três manifestantes nesta sexta-feira na capital, Damasco, quando dispararam contra centenas de pessoas que participavam de um protesto pró-democracia, disseram testemunhas.

REUTERS

06 de janeiro de 2012 | 11h53

O protesto começou depois que os manifestantes se reuniram em uma mesquita no bairro de Kfar Souseh, onde há uma importante sede das forças de segurança.

As testemunhas, que moram na área, disseram à Reuters por telefone que milicianos pró-Assad, conhecidos como shabbiha, e agentes da polícia secreta atingiram manifestantes com um fuzil automático, depois que eles se recusarem a deixar a mesquita Abdel Karim al-Rifai, apesar da forte presença das forças de segurança na área.

A Síria impede a maioria dos jornalistas independentes de atuarem no país, o que impossibilita a apuração das informações in loco.

As autoridades não comentaram o fato de imediato.

(Reportagem de Khaled Yacoub Oweis)

Tudo o que sabemos sobre:
SIRIAPROTESTOREPRESSAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.