Forças sírias matam 50 em Hama, dizem moradores

Forças sírias mataram pelo menos 50 pessoas, entre elas 21 membros de três famílias, durante confrontos com rebeldes na cidade de Hama, no centro da Síria, disseram ativistas e moradores nesta quinta-feira.

Reuters

02 de agosto de 2012 | 20h19

"Durante os confrontos o Exército entrou no bairro de Arbaeen e conduziu ataques, durante os quais matou membros de três famílias", afirmou à Reuters o morador Abu Ammar, desde Hama.

Ele contou que entre os mortos estavam 10 membros da família Kanan, oito da família Okda e três da família Saffaf.

Outro morador disse que os confrontos continuaram e que os rebeldes pediram ajuda a combatentes em outras partes da cidade.

Forças sírias cercaram o distrito de Arbaeen nas primeiras horas desta quinta-feira, disseram moradores, acrescentando que o Exército estava usando morteiros e tanques para atacar o bairro.

"Não temos como fugir e muitas famílias estão retidas dentro de suas casas", disse um morador.

(Reportagem de Michael Roddy)

Tudo o que sabemos sobre:
SIRIAHAMAMATA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.