Forte terremoto atinge o sul do Irã e mata pelo menos sete

Tremor de magnitude 6,1 atinge região de refinaria de petróleo em Bandar Abbas; 40 pessoas foram feridas

Agências internacionais,

10 de setembro de 2008 | 09h20

Um terremoto de magnitude 6,1 atingiu o sul do Irã nesta quarta-feira, 10, perto de Bandar Abbas, local que abriga uma enorme refinaria de petróleo, informou o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês). Pelo menos sete pessoas morreram e 40 ficaram feridas, disse Yasser Hazbavi, chefe da sede de atendimento a desastres da província de Hormuzgan.   Veja também: Entenda como acontecem os terremotos    As reportagens iranianas se dividiam quanto à magnitude do tremor, colocando-o entre 6 e 7,5 graus na escala Richter. Bandar Abbas é um enorme porto do Irã, com instalações petrolíferas que incluem uma refinaria e a principal base da Marinha. O Irã é o quarto maior exportador de petróleo do mundo. O tremor foi captado pelo sismógrafos do Instituto de Pesquisa Geológica dos Estados Unidos às 8h (hora de Brasília) e durou cerca de 30 segundos, em uma profundidade de 55km.   Entrevistado pela TV estatal iraniana, Hazbavi disse que os danos aparentemente concentraram-se na ilha de Qeshm, situada no Estreito de Ormuz, perto de Bandar Abbas. Depois do terremoto, os sismógrafos já registraram pelo menos dez abalos sísmicos secundários. A mais forte dessas réplicas alcançou 4,8 graus na escala Richter.   Um terremoto na casa dos seis graus na escala Richter é capaz de causar extensos danos, mas isso depende de uma série de fatores, como a profundidade do tremor e a distância entre o epicentro e áreas de grande densidade demográfica.   Moradores de Bandar Abbas disseram por telefone que houve pânico e correria. "Quando começou o terremoto, parecia uma mordida de cobra", comparou Hani Shokouhi. Segundo ele muitas pessoas ficaram nas ruas após o fenômeno, com medo de novos tremores. Moradores de Dubai e outros Emirados da região sentiram o fenômeno. Um centro financeiro com 700 companhias em Dubai foi esvaziado. "Minha cama estava batendo contra a parede", relatou Rheanne Anderson, uma professora canadense que vive no Emirado de Ras al-Khaimah. "Havia sem dúvida um pouco de tremor." Não houve relatos de vítimas ou danos materiais nos Emirados.   O Irã fica em uma região de falhas geológicas e ocorre no país um pequeno tremor por dia, em média. Em fevereiro de 2005, um terremoto na cidade de Zarand, também no sul do país, matou 612 pessoas e feriu outras 1.400. Em dezembro de 2003, um terremoto deixou 26 mil mortos na cidade de Bam, na mesma região.

Tudo o que sabemos sobre:
terremotoIrã

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.