Fotógrafo britânico ferido é resgatado na Síria

Um fotógrafo britânico ferido num bombardeio do Exército sírio em Homs foi levado clandestinamente para o vizinho Líbano nesta terça-feira, mas vários sírios foram mortos na operação de resgate, e o destino de outros jornalistas retidos com ele continua desconhecido.

ERIKA SOLOMON, REUTERS

28 de fevereiro de 2012 | 18h02

O presidente francês, Nicolas Sarkozy, chegou a anunciar o resgate da jornalista francesa Edith Bouvier, que teve o fêmur estilhaçado durante o bombardeio no bairro rebelde de Baba Amro. Depois, no entanto, ele matizou as expectativas. "Não foi confirmado que ela hoje esteja a salvo no Líbano", disse Sarkozy.

O grupo ativista Avaaz afirmou ter planejado o resgate do fotógrafo Paul Conroy, e acrescentou que Bouvier provavelmente continua em Homs, onde no dia 22 foram mortos o fotógrafo francês Remi Ochlik e a veterana correspondente de guerra norte-americana Marie Colvin.

O Avaaz afirmou ter trabalhado com ativistas sírios, dos quais 13 foram mortos nos últimos dias em tentativas de retirar jornalistas estrangeiros e sírios feridos de Homs.

"O resgate de Paul Conroy hoje é um enorme alívio, mas isso deve ser temperado pela notícia de que três continuam desaparecidos, e por nossos respeitos pelos ativistas incrivelmente corajosos que morreram durante as tentativas de retirada", disse em nota o diretor-executivo do Avaaz, Ricken Patel.

O jornal britânico Sunday Times disse que Conroy, ferido na perna nos ataques da semana passada, "está em boa forma e animado".

Um ativista do Avaaz disse que os jornalistas Javier Espinosa e William Daniels supostamente também continuam em Homs.

Conroy trabalhou anteriormente com Colvin, correspondente do Sunday Times, inclusive na Líbia, onde estiveram entre os poucos jornalistas a trabalhar dentro da cidade portuária de Misrata durante o prolongado cerco feito no ano passado por tropas leais ao então governante Muammar Gaddafi.

(Reportagem adicional de Khaled Yacoub Oweis, em Amã; e de Peter Griffiths, em Londres)

Tudo o que sabemos sobre:
SIRIAFOTOGRAFORESGATE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.