Fotógrafo francês morre na Síria por ferimentos com estilhaços

Um fotógrafo francês freelancer trabalhando na Síria morreu após ser atingido por estilhaços enquanto cobria um grupo de oposição para o Repórteres sem Fronteiras, informou nesta domingo o governo francês.

Reuters

24 de fevereiro de 2013 | 15h01

Olivier Voisin estava acompanhando as operações de um grupo de oposição armado próximo a Idlib, no noroeste da Síria, informou o Repórteres sem Fronteiras.

Voisin, que nasceu em 1974, foi levado ao hospital internacional na cidade de Antakya na fronteira com a Turquia, mas morreu logo em seguida devido aos ferimentos na cabeça e no braço, informou em comunicado o gabinete do presidente francês François Hollande.

(Reportagem de James Regan)

Tudo o que sabemos sobre:
SIRIAFOTOGRAFO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.