França atira e destrói veículo militar na Líbia

O primeiro tiro da intervenção sancionada pela Organização das Nações Unidas (ONU) na Líbia saiu de um jato francês e destruiu um veículo militar por volta de 11h45 (horário de Brasília), disseram o Ministério de Defesa e autoridades do Exército da França neste sábado.

REUTERS

19 de março de 2011 | 15h17

"Um primeiro alvo foi acertado e destruído", disse o porta-voz do ministério, Laurent Teisseire, a jornalistas.

Um porta-voz das Forças Armadas francesas disse que a operação para impedir os ataques de Muammar Gaddafi a rebeldes envolve cerca de 20 aviões e uma área de 100 por 150 quilômetros em volta de Benghazi.

O porta-aviões Charles de Gaulle deixará a França em direção à Líbia no domingo, segundo o porta-voz do Exército. Um centro de comando central para a operação ainda está sendo criado.

(Por John Irish e Elizabeth Pineau)

Tudo o que sabemos sobre:
LIBIAFRANCAATAQUE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.