Khalil Ashawi/Reuters
Khalil Ashawi/Reuters

França e Grã-Bretanha buscam ação rápida contra embargo de armas na Síria

Ministro francês diz que país pode enviar armas aos rebeldes sírios se não houver um acordo internacional

Reuters

14 de março de 2013 | 07h48

PARIS - França e Grã-Bretanha vão propor uma reunião da União Europeia, possivelmente antes do fim de março, para discutir o fim do embargo no fornecimento de armas à oposição síria, disse na quinta-feira o ministro das Relações Exteriores da França, Laurent Fabius.

O ministro disse, em declaração à rádio France Info: "Nós temos que andar muito rápido. Os europeus devem olhar para esta questão em semanas, mas vamos pedir, com os britânicos, para antecipar esta reunião."

Ao ser perguntado se a França iria armar a oposição se não houver acordo internacional, Fabius disse: "Para levantar o embargo, sim, exatamente."

A França é um "Estado soberano" e pronto para agir em coordenação com a Grã-Bretanha, com posição idêntica, segundo o chanceler.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.