Funcionário da UE é morto na Síria

Um funcionário da União Europeia foi morto na terça-feira por um bombardeio num subúrbio de Damasco, informou nesta quarta-feira a chefe da diplomacia do bloco, Catherine Ashton.

Reuters

13 de março de 2013 | 10h18

Ahmad Shihadeh foi morto quando prestava assistência humanitária no subúrbio de Deraya, onde vivia, segundo nota divulgada por Ashton.

"Peço novamente a todas as partes que tomem medidas urgentes para acabar com a violência, que levou às mortes de cerca de 100 mil inocentes e a que mais de 1 milhão de refugiados busquem abrigo em países vizinhos", disse Ashton.

A UE fechou em dezembro sua representação em Damasco, por causa da guerra civil, mas funcionários locais permaneceram no país.

(Reportagem de Adrian Croft)

Tudo o que sabemos sobre:
SIRIAUEMORTO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.