Tolga Gabozoglu/Efe
Tolga Gabozoglu/Efe

Gaza é prisão a céu aberto, diz Cameron na Turquia

Primeiro-ministro britânico pede fim de bloqueio israelense a território palestino

27 de julho de 2010 | 13h10

O primeiro-ministro britânico, David Cameron pediu nesta terça-feira, 27, o fim do bloqueio israelense à Faixa de Gaza e chamou o território palestino de 'prisão ao ar livre'. Cameron está na Turquia, onde se reuniu com o premiê Recep Tayyip Erdogan.

"Sejamos claros: a situação em Gaza deve mudar. Não podemos nem devemos permitir que Gaza continue sendo uma prisão ao ar livre", disse Cameron em Ancara, em um encontro com empresários.

Mais tarde, ao lado de Erdogan, o primeiro-ministro britânico voltou a falar de Gaza. "Apesar dos progressos, ainda estamos em uma situação que é muito difícil entrar e sair de lá. Faz muito tempo que defendemos o fim do bloqueio", disse.

Cameron ainda acrescentou que a segurança de Israel também está em jogo e lembrou dos disparos de foguetes contra o território israelense disparados de Gaza.

"Concordamos (ele e Erdogan) que as negociações diretas entre israelenses e palestinos são a resposta correta", completou Cameron, que ainda pediu que a Turquia se reconcilie com Israel. As relações estão rompidas desde o ataque a flotilha turca que carregava ajuda a Gaza, em maio.

Mais conteúdo sobre:
CameronGazaIsraelTurquia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.