General confirma prisão do ex-chefe de espionagem de Gaddafi

Um alto comandante das forças do governo interino líbio confirmou nesta segunda-feira que seus combatentes capturaram o antigo chefe de espionagem do regime de Muammar Gaddafi, Abdullah al-Senussi.

REUTERS

21 de novembro de 2011 | 12h12

Antes, o primeiro-ministro provisório da Líbia, Abdurrahim El Keib, dissera que precisava checar se Al-Senussi havia de fato sido detido, levantando dúvidas sobre se ele estava mesmo preso.

O general Al-Hamdouni confirmou a prisão em declaração à Reuters por telefone.

A informação inicial era que Al-Senussi tinha sido preso no domingo em uma remota casa no deserto líbio, um dia depois de um filho do ex-líder Muammar Gaddafi, Saif al-Islam, ter sido capturado por combatentes na mesma região.

Tudo o que sabemos sobre:
LIBIAESPIONAGEMPRESO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.