Gordon Brown chega a Bagdá em visita surpresa

Ele se reunirá com líderes iraquianos para tratar sobre a possível redução de tropas de seu país

Efe,

02 de outubro de 2007 | 04h36

O primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, chegou nesta terça-feira, 2, a Bagdá em uma visita surpresa. Ele se reunirá com líderes iraquianos para tratar da possível redução de tropas de seu país no Iraque, informaram fontes governamentais iraquianas. Segundo estas fontes, está previsto que Brown, que visita pela primeira vez o Iraque como primeiro-ministro, se reúna com seu colega iraquiano, Nouri al-Maliki, entre outras atividades. Além disso, o britânico planeja se reunir com outros líderes xiitas e sunitas a fim de abordar a situação da segurança no país árabe. A visita coincide com as informações divulgadas nesta terça em meios de imprensa britânicos sobre a possibilidade de que Brown está estudando uma redução do contingente britânico destacado no sul do Iraque de 5.000 para 3.000 militares. Segundo a BBC, os assessores militares descartaram a total retirada das tropas do Reino Unido destacadas no país, mas informaram a Brown que, tão em breve sua missão se limite a treinar e supervisionar as Forças de Segurança iraquianas, será possível reduzir seu número. O líder trabalhista poderia fazer um anúncio nesse sentido quando começar o novo período parlamentar na próxima semana. O Reino Unido mantém uma presença ligeiramente superior aos 5.000 soldados, destacados, sobretudo, nas imediações da cidade de Basra, a segunda maior do país e localizada 550 quilômetros ao sul de Bagdá.

Tudo o que sabemos sobre:
IraqueGordon Brown

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.