Governo do Iraque condena ataque atribuído aos EUA na Síria

Damasco diz que oito pessoas morreram em ação; Casa Branca nega, mas oficial admite ataque a extremista

28 de outubro de 2008 | 10h13

O governo do Iraque condenou nesta terça-feira, 28, a incursão norte-americana na Síria feita no último domingo e disse que não quer ser usado como base de ataque a países vizinhos.   Veja também: Síria cobra EUA por bombardeio que matou 8 civis Iraque condena radical à forca por morte de soldados dos EUA    Um oficial americano confirmou ontem que o Exército realizou um ataque "bem-sucedido" na Síria no domingo para matar um homem suspeito de ter ligação com a Al-Qaeda, segundo a CNN.   Falando sob anonimato, ele revelou que o alvo da ofensiva era Abu Ghadiya, um iraquiano suspeito de contrabando de armas na fronteira da Síria com o Iraque.   Autoridades sírias condenaram a ofensiva por "violar as leis internacionais", alegando que oito morreram e um ficou ferido.  

Tudo o que sabemos sobre:
síriairaqueeua

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.