Governo do Iraque impõe toque de recolher em Basra

O primeiro-ministro iraquiano, Nuri AlMaliki, reforçou na segunda-feira a segurança na cidade deBasra, no sul do país, onde entrou em vigor um toque derecolher após confrontos entre a polícia e a milícia xiitaExército Mehdi. Pelo menos três facções xiitas rivais, inclusive a milíciado clérigo Moqtada Al Sadr, disputam o controle de Basra,segunda maior cidade do país e importante centro produtor depetróleo. Além disso, quadrilhas comuns lutam pelas lucrativasrotas de contrabando de combustível. "Basra está submetida a ataques injustos, e muitas partesde dentro e fora estão participando disso. Os ataques visam àsegurança e à estabilidade da cidade", disse Maliki, que viajouacompanhando de ministros encarregados da segurança."O governo federal, devido a seu compromisso de apoiar ogoverno regional em Basra, decidiu voltar a impor a segurança,a estabilidade e a lei nesta cidade," acrescentou o premiê. Sequestros e homicídios marcam a disputa de poder em Basra.O chefe de polícia da cidade já sofreu várias ameaças de morte. (Reportagem adicional de Randy Fabi)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.