Governo líbio diz que 29 morreram em 60 ataques em Trípoli

Ao menos 29 pessoas foram mortas em 60 ataques na capital da Líbia na terça-feira, afirmou o porta-voz do governo, Moussa Ibrahim, a repórteres.

REUTERS

07 de junho de 2011 | 17h14

Trípoli foi alvo de bombardeios sustentados sem precedentes na terça-feira por parte das forças lideradas pela Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), que condicionou o fim dos ataques à renúncia do líder líbio, Muammar Gaddafi.

A TV estatal da Líbia mostrou imagens do que seria um encontro entre Gaddafi e líderes tribais, em um local não identificado.

O líder líbio, com óculos escuros e sua vestimenta tradicional, cumprimentava os líderes em uma pequena sala sem janelas. O âncora do canal disse que a reunião aconteceu na terça-feira.

Gaddafi foi visto pela última vez na televisão em 30 de maio.

(Reportagem de Peter Graff)

Tudo o que sabemos sobre:
LIBIAATAQUESNUMEROS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.