Governo rebelde da Líbia assume embaixada em Londres

O governo rebelde da Líbia, o Conselho Transicional Nacional (NTC), informou que seus diplomatas vão assumir a embaixada em Londres anteriormente ocupada pelo governo de Gaddafi nesta terça-feira, reforçando a meta de reconhecimento internacional.

REUTERS

09 de agosto de 2011 | 12h38

A Grã-Bretanha reconheceu o NTC como único governo legítimo da Líbia no final de julho e disse que convidaria uma nova equipe diplomática líbia composta por membros da oposição.

Famílias de vítimas rebeldes da guerra civil vão içar a bandeira vermelha, preta e verde representando o movimento rebelde líbio na tarde desta terça-feira, informou o NTC em comunicado enviado por e-mail.

A bandeira verde líbia do governo de Gaddafi pairava sobre o prédio até este final de semana, quando foi enrolada ao redor de seu mastro e, então, retirada.

"A reabertura da Embaixada simboliza quão longe nós chegamos. A Embaixada representa o governo legítimo da Líbia e, em linha com isso, vai servir toda a comunidade líbia independentemente das alianças políticas", afirmou o novo encarregado de relações, Mahmud Nacua, em comunicado.

(Reportagem de Emma Farge)

Tudo o que sabemos sobre:
LIBIAEMBAIXADALONDRES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.