Governo sírio quer coordenação sobre ataques aéreos contra Estado Islâmico na Síria

O governo sírio afirmou nesta segunda-feira que tem de ser incluído na coordenação de qualquer ataque aéreo contra militantes islâmicos na Síria, depois que os Estados Unidos afirmaram estar considerando a possibilidade de combater o grupo Estado Islâmico dentro do território sírio.

REUTERS

25 de agosto de 2014 | 08h59

O ministro de Relações Exteriores da Síria, Walid al-Moualem, disse que recorrer apenas a ataques aéreos não seria uma forma adequada de lidar com o Estado Islâmico, que se apoderou de amplas áreas de território na Síria e no vizinho Iraque.

Moualen declarou ainda que os países vizinhos precisam trocar dados de inteligência com a Síria.

(Reportagem de Mariam Karouny)

Tudo o que sabemos sobre:
SIRIAIRAQUEATAQUES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.