Grupo ligado à al Qaeda retoma áreas no nordeste da Síria

Um grupo ligado à al Qaeda recapturou muitas de suas posições na cidade síria de Raqqa neste domingo, disseram ativistas, no que é um duro golpe contra grupos rebeldes rivais que tem o apoio de países Ocidentais e do Golfo Árabe.

Reuters

12 de janeiro de 2014 | 15h03

Combatentes do Estado Islâmico do Iraque e do Levante (ISIL, na sigla em inglês) lutaram contra remanescentes de unidades islâmicas rivais incluindo a Frente Nusra, outra afiliada da al Qaeda, em vários bairros de Raqqa, eles disseram.

Ao norte, o Isil recapturou a cidade de Tel Abyad na fronteira com a Turquia neste fim de semana, eles disseram.

Abu Khaled al-Walid, um ativista baseado na área da fronteira, disse que muitos combatentes da Ahrar al-Sham, um dos grupos islâmicos mais poderosos, decidiram não confrontar o ISIL pois os combatentes eram pessoas locais com pouca hostilidade entre eles.

"Muitos não viram um objetivo em lutar contra seus próprios parentes. O ISIL agora tem o controle de 95 por cento de Raqqa e de seus arredores rurais. Tel Abyad também", ele disse.

(Por Khaled Yacoub Oweis e Redação em Amman)

Tudo o que sabemos sobre:
ORMEDSIRIAISILRETOMADA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.