Grupos pró e contra o governo de Ahmadinejad entram em choque no Irã

Opositores estavam no funeral de um estudante morto durante os protestos na segunda

REUTERS

16 de fevereiro de 2011 | 07h53

Manifestantes pró e contra governo entraram em conflito durante funeral de estudante. Foto: Reuters

 

 

TEERà- Partidários do governo iraniano entraram em confronto com opositores nesta quarta-feira, 16, no funeral de um estudante baleado durante uma manifestação contra o governo, dois dias atrás, informou a emissora estatal Irib.

 

Veja também:

link 'Protestos dos inimigos do Irã fracassarão', diz Ahmadinejad

link Deputados pedem a morte de opositores no Irã

Sanee Zhaleh foi morto na segunda-feira, durante o primeiro protesto da oposição em mais de um ano, e imediatamente se tornou um mártir tanto para os partidários como os oponentes do presidente do país, Mahmoud Ahmadinejad.

 

Os dois lados apontam o outro como culpado pela morte de Zhaleh.

O confronto ocorreu durante uma procissão do funeral iniciada na faculdade de artes da Universidade de Teerã, no centro da capital, onde Zhaleh estudava, segundo informou a Irib em seu website.

Segundo a versão da emissora estatal, "estudantes e as pessoas que estavam no funeral do estudante martirizado Sanee Zhaleh se chocaram com um número pequeno de pessoas, aparentemente ligadas ao movimento de sedição (incitação ao motim) e os forçaram a sair entoando slogans de morte aos hipócritas".

Tudo o que sabemos sobre:
IRACONFRONTOSTEERA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.