Há 'evidência clara' de crimes de guerra de Israel, diz ministro palestino

Riad al-Malki disse que o governo está comprometido com esforços de tornar a Autoridade Palestina um membro da corte

REUTERS

05 de agosto de 2014 | 10h24

O ministro das Relações Exteriores palestino, Riad al-Malki, disse nesta terça-feira após uma reunião com promotores do Tribunal Penal Internacional que há "evidência cala" de que Israel cometeu crimes de guerra na Faixa de Gaza.

"Nos últimos 28 dias, há evidência clara de crimes de guerra cometidos por Israel que equivalem a crimes contra a humanidade", disse Malki a repórteres após participar de reuniões no TPI.

Malki disse que o governo do qual faz parte está comprometido com esforços de tornar a Autoridade Palestina em membro da corte, um passo legal que daria ao TPI jurisdição sobre denúncias de crimes de guerra na região.

O TPI, criado há mais de uma década para processar indivíduos por crimes de guerra, é uma corte de última instância. Isso significa que o tribunal pode intervir somente quando um país não demonstra disposição ou não possui capacidade para conduzir uma investigação própria.

(Reportagem de Jussi Rosendahl)

Tudo o que sabemos sobre:
ORMEDPALESTINATPI*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.