Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Hamas declara trégua e dá prazo para Israel sair de Gaza

O Hamas anunciou no domingo um cessar-fogo imediato junto com outros grupos militantes na Faixa de Gaza e deu a Israel, que já havia declarado uma trégua unilateral, uma semana para tirar suas tropas da região. Mais cedo, um porta-voz do primeiro-ministro israelense, Ehud Olmert, disse que, se uma trégua fosse mantida, Israel iniciaria a retirada de suas tropas. "O Hamas e as facções anunciaram um cessar-fogo em Gaza, começando imediatamente, e deram a Israel uma semana para sair", disse Ayman Taha, representante do Hamas que está no Cairo para negociar um acordo de trégua com o Egito. O grupo islâmico havia afirmado anteriormente que não pararia seus ataques enquanto soldados israelenses continuassem na Faixa de Gaza. Taha disse que o Hamas exige a abertura de toda a fronteira de Gaza para a entrada de "todos materiais, comida, bens e produtos de necessidade básica". Israel aumentou o bloqueio à Faixa de Gaza após o Hamas tomar o controle do território das forças leais ao presidente palestino, Mahmoud Abbas, em 2007. Horas mais cedo, militantes palestinos na Faixa de Gaza dispararam foguetes contra o sul de Israel, num desafio ao cessar-fogo unilateral declarado por Olmert no final do sábado. O premiê israelense afirmou que não trará de volta suas tropas até que o Hamas pare seus ataques completamente e ameaçou responder com força a qualquer ataque a soldados israelenses ou disparos de foguetes contra o território de Israel. (Reportagem adicional de Adam Entous e Ori Lewis em Jerusalém e Alaa Shahine no Cairo)

NIDAL AL-MUGHRABI, REUTERS

18 de janeiro de 2009 | 11h46

Tudo o que sabemos sobre:
ORMEDHAMASTREGUA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.