Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Hamas diz ao Egito que pode discutir trégua com Israel

O Hamas disse na sexta-feira que informoua autoridades egípcias que estaria disposto a considerar umcessar-fogo com Israel em caso de suspensão do bloqueioisraelense e das operações militares na Faixa de Gaza. O grupo islâmico também discutiu nesta semana com o Egito apossibilidade de uma troca de prisioneiros que levaria àlibertação do soldado israelense Gilad Shalit, capturado peloHamas em 2006, e de centenas de palestinos presos, segundo SamiAbu Zuhri, dirigente do grupo. Fontes próximas ao Hamas disseram que o Egito, que mediouuma trégua que durou um ano em 2005, queria sondar as posiçõesdo Hamas antes de realizar possíveis negociações com Israel. Mahmoud al-Zahar, outro dirigente do Hamas, viajou naquinta-feira ao Egito para retomar o diálogo com o governolocal sobre a fronteira entre a Faixa de Gaza e o Egito, cujacerca foi parcialmente destruída por militantes no mês passadopara que a população pudesse passar e fazer compras, burlando obloqueio israelense. "O Hamas disse não ter objeções a estudar a questão [datrégua] se a ocupação israelense parar todas as formas deagressão contra nossa gente e suspender o cerco", disse AbuZuhri. O Hamas assumiu em junho o controle da Faixa de Gaza,expulsando as forças da Fatah, a facção laica do presidenteMahmoud Abbas. Israel, que meses depois retomou o processo depaz com Abbas, vem ampliando as sanções contra Gaza, já que oHamas se recusa a reconhecer a existência do Estado judeu e anegociar a paz. (Texto de Nidal al-Mughrabi)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.