Hamas diz que deu parecer ao Egito sobre plano para Gaza

O movimento palestino Hamas disse nesta quarta-feira ter fornecido ao Egito suas impressões sobre o plano de cessar-fogo para Gaza proposto pelo governo egípcio. "O movimento apresentou uma visão detalhada a lideranças egípcias... Não há nenhum desacordo com a liderança egípcia. A questão se refere a diferenças sobre como tratar com o inimigo sionista (Israel) em relação às condições desta iniciativa", disse a autoridade do Hamas Salah al-Bardawil. Bardawil se negou, durante uma entrevista à imprensa no Cairo, a dar detalhes da resposta do Hamas ao plano, que poderia colocar fim aos 19 dias de enfrentamentos entre Israel e o Hamas em Gaza. Outra autoridade do Hamas, Osama Hamdan, disse mais cedo que ainda havia pontos de discordância sobre a proposta do Egito. Um porta-voz do premiê israelense, Ehud Olmert, disse que Amos Gilad, autoridade da área de Defesa de Israel, viajará na quinta-feira ao Cairo para discutir um cessar-fogo em Gaza.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.