Helicóptero com material eleitoral é atacado na Líbia

Um helicóptero transportando material de votação para a eleição de sábado na Líbia fez um pouso forçado perto da cidade de Benghazi na sexta-feira, após ser atingido por fogo antiaéreo em um ataque que matou uma pessoa a bordo, afirmou uma autoridade local.

HADEEL AL SHALCHI, Reuters

06 de julho de 2012 | 16h09

Essa foi a mais recente tentativa de atrapalhar as eleições em uma região onde muitos buscam mais autonomia e argumentam que serão sub-representados em uma nova assembleia que nomeará um primeiro-ministro e pavimentará o caminho para eleições parlamentares gerais no ano que vem.

"Estávamos nos preparando para receber o material eleitoral que ia chegar em um helicóptero de Trípoli, mas ele foi atingido e um homem morreu", disse à Reuters Ahmed Abdelmalik, funcionário do ramo local da comissão eleitoral.

Hamed Al-Hassi, chefe do conselho militar para a região de Cyrenaica, confimou o incidente, mas disse que a identidade dos agressores ainda era desconhecida.

Protestos de grupos que querem maior autonomia para o leste do país forçaram mais cedo o fechamento de três portos, comprometendo cerca de metade da capacidade de exportação de petróleo da Líbia.

Na quinta-feira, o principal centro de armazenamento de materiais eleitorais da cidade de Ajdabiya, no leste, foi seriamente danificado no que se suspeita ter sido um incêndio criminoso.

(Reportagem adicional de Ali Shuaib, em Tripoli)

Mais conteúdo sobre:
LIBIAHELICOPTERO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.